Ou reforma o Estado ou o Estado acada - 16/01/2020

Em especial no Rio Grande do Sul, ao longo dos anos, todos os governos embutiram diversos penduricalhos e benesses aos servidores e geriu muito mal os recursos. O estado tem apenas uma fonte de arrecadação: impostos, que todos nós pagamos. E sempre fomos complacentes com os desmandos. A conta já se apresentou e o governador tenta reverter o quadro, com as propostas de reformas enviadas à Assembléia. Sofre e sofrerá muita pressão das corporações, que não querem perder seus privilégios. Normal, é o "jus esperniandi".
Mas as questões devem ser enfrentadas e sem paixões. Os sucessivos atrasos nos salários são apenas um dos sintomas da falência do estado. Se nada for feito, muitos mais prejuízos virão, não apenas ao funcionalismo, mas para todos.
A ineficiência e má gestão é tanta, que hoje a CEEE não consegue pagar ao estado o ICMS que nos extorque nas contas de energia.
De tudo que o estado arrecada, apenas 3% - TRÊS POR CENTO - sobram para investimentos. Mais de 70% da arrecadação é usada para pagamentos de salários e aposentadorias.
Mas infelizmente o sacrifício que o governador pede só se aplica ao poder executivo, pois judiciário e legislativo não estão nem ai para a crise e seguem com seus privilégios, como se não houvesse amanhã.
Fosse uma empresa privada, já teria falido, quebrado, seus bens penhorados para pagamentos dos credores.
Então, ou reforma o estado ou o estado acaba. No título usei o "estado" com "e" maiúsculo, para representar e necessidade de reformas profundas em todo sistema: federal, estaduais e municipais.
Assina o canal, dá um like no vídeo. Comenta, critica, sugere pauta: SBelbute

Agradeço aos apoiadores:

Softsul - 51 3346-4422 - Associação Sul-Riograndense de Apoio ao Desenvolvimento de Software

BBC Informática - 51 3212-1231 - Instalação e configuração de redes, roteadores, computadores e notebooks

SAGESC - Sistema de Administração e Gestão de uma Empresa Simples de Crédito - 51 98405-6969

Psicóloga Clínica Cris Cordal - 51 996 49 9494

CIUPOA - Centro de Inteligência Urbana de Porto Alegre - 51 99373-9158

Para anunciar, entre em contato pelo email ou Whats: belbute@gmail.com | +55 51 992 400 914